As tarifas postais dos Correios serão reajustadas em 7,48% para serviços nacionais e internacionais. A medida já autorizada pelo Ministro da Fazenda, Henrique Meireles, ainda precisa ter portaria publicada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, para entrar em vigor.

O primeiro porte da carta não comercial vai passar de um R$ 1,15 para R$ 1,23. Já o telegrama nacional, redigido pela internet, aumentará de R$ 7,07 para R$ 7,60 por página.

Quanto a tarifa da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanece inalterada, em um centavo. As novas tarifas não se aplicam ao segmento de encomendas PAC e Sedex e nem ao marketing direto.

Vale lembrar que os serviços dos Correios são reajustados anualmente com base na recomposição dos custos repassados à estatal, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza e salários dos empregados.

O último aumento no preço dos serviços dos Correios tinha acontecido em junho do ano passado, quando as tarifas subiram 10,64%.

 

Fonte: Radioagência Nacional 

Outras notícias