Ex-secretária diz que gestão de Cartaxo passou "seis anos jogando dinheiro público no lixo"

A ex-secretária de Saúde de João Pessoa na gestão de Luciano Agra, Roseana Meira, rebateu o atual secretário de Saúde Adalberto Fulgêncio e afirmou que não houve falta de planejamento para colocar em execução as máquinas de hemodiálise adquiridas desde 2012. Em entrevista à Rádio Arapuan na manhã desta quinta-feira (17), Roseana afirmou que todo o planejamento para construir um Centro de Hemodiálise na capital do estado foi feito ainda durante a gestão de Luciano Agra.

Ela lastimou a tentativa da gestão atual lançar a responsabilidade sobre a falta de ação no caso para o prefeito Luciano Agra. Segundo Roseana, Adalberto e a equipe de marketing da Prefeitura de João Pessoa com essa imputação de falta de planejamento à gestão anterior estão tentando “arranjar uma desculpa pra justificar que passou seis anos jogando dinheiro público no lixo e agora faz uma licitação, terceiriza o serviço. A empresa que assumiu melhorou o espaço físico e a prefeitura deu o espaço, deu os equipamentos e agora vai pagar com o dinheiro do SUS essa empresa”.

A ex-gestora ainda reforçou que durante os últimos seis anos, permaneceu “jogado ao abandono o equipamento, um investimento em torno de R$ 5 milhões”. Neste espaço de tempo, vários equipamentos ficaram comprometidos. Segundo Roseana, foi constatada “infiltração na obra, danificando o piso, acabando os aparelhos de ar condicionados, algumas máquinas perderam a garantia porque danificou a embalagem, algumas poltronas tiveram que ser substituídas porque foram enferrujadas”.

Ainda em 2012, segundo informou Roseana Meira, a Prefeitura havia adquirido todo o equipamento necessário para possibilitar a instalação da sala de hemodiálise. “Nós adquirimos 40 máquinas de hemodiálise. Compramos as cadeiras, poltronas, os aparelhos de ar-condicionado. Tudo isso nós compramos através de um pregão eletrônico. Fizemos a licitação da reforma do espaço físico e adquirimos a estação de tratamento da água”, pontuou a ex-secretária. Ela ainda destacou que uma equipe multiprofissional do próprio quadro do hospital havia sido designada para montar o espaço.

De acordo com Roseana Meira, Luciano Agra só não inaugurou o espaço ainda em 2012 porque ficaram algumas pendências na construção e decidiu deixar para que o próximo prefeito fizesse a inauguração. “O próximo prefeito, que ele acreditava que teria uma boa gestão e infelizmente isso não aconteceu”, lamentou.

Com clickpb

 

 

 

Outras notícias