Plano B: se Luciano não for candidato, Manoel disputará o Senado

O prefeito em exercício de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB) tem negado publicamente que tenha plano B para às eleições de 2018.

Da boca para fora.

Na intimidade, Manoel já sabe da dificuldade que Luciano Cartaxo (PSD) teria para encarar a disputa eleitoral e já não acredita na candidatura com o mesmo otimismo de meses atrás. 

É fato que o peemedebista defenderá a candidatura de Luciano Cartaxo até o prazo final das desincompatibilizações. Mas, caso não ocorra, ele não ficará parado.

O plano B de Manoel Júnior já está desenhado: será candidato a senador.

O vice-prefeito entraria na disputa com a "imunidade" de um eventual insucesso, pois não perderia o cargo atual.

Um dos argumentos mais fortes para essa articulação é que uma das vantagens de ser vice é não precisar renunciar o mandato para disputar qualquer eleição. 

Além disso, Manoel entraria na disputa senatorial, com considerável chance de êxito, para fortalecer a relação do PMDB com o PSDB, principal fiador de sua indicação como vice de Cartaxo em 2016.

Entre quatro paredes, a hipótese já é tratada no PMDB da Paraíba. 

 

Por Ytalo Kubitschek

Foto: Reprodução/Internet

Outras notícias