Romero quer disputar o governo, mas diz que candidatura não depende de si próprio

Já cogitado por muitos eleitores como candidato ao governo nas eleições de 2018, tendo em vista o resultado do pleito do ano passado, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) já não esconde o desejo pela possibilidade.

Em entrevista ao programa Sem Censura desta terça-feira (13), direto da cidade de Piancó, questionado sobre a hipótese de 0 a 10, o gestor disse que tem estabelecido boas relações com todos os setores da oposição e não trabalha com base no conflito.

"Por nota, terei dificuldade sinceramente. Porque é uma coisa que não depende só de mim. Tenho a humildade de reconhecer que estamos tentando trabalhar com serenidade, construindo a unidade das oposições", afirmou.

O prefeito de Campina Grande fez questão de ressaltar que essa não é uma decisão para ser tomada isoladamente e que precisa ser avalizada pelos partidos aliados.

"A gente tem que compreender que não só pode construir a unidade das oposições antecipando algum nome. Não se pode ter uma cartilha que já se apresenta uma regra pronta, cada um precisa ter desprendimento e aguardar com humildade a escolha do melhor dos quadros. Tenho disposição e tenho coragem. Se dependesse só de mim a nota seria 10. Mas tenho que dizer que depende de muita gente e, com humildade, preciso tratar disso com todo mundo", arrematou.

Ytalo Kubitschek

Outras notícias