Veneziano comenta absolvição no STF e “manda recados” no Sem Censura

Veneziano comenta absolvição no STF e “manda recados” no Sem Censura

Entrevistado pelo programa Sem Censura na Pop 89.3 FM, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) comentou, direto de Brasília, a decisão do ministro Luiz Fux, no Supremo Tribunal Federal, arquivando um inquérito que o investigava, referente ao período em que foi prefeito de Campina Grande.

O parlamentar era acusado da prática de crime licitatório no exercício do segundo mandato na Rainha da Borborema. O deputado disse que recebeu a absolvição com sentimento de justiça e acusou adversários da prática de "má-fé" no uso do Poder Judiciário.

“Todos os cidadãos de Campina e da Paraíba acompanharam a perseguição implacável dos nossos adversários em relação a mim durante mais de 12 anos, desde às eleições de 2004, sempre buscando criar obstáculos à nossa vida pública, jogando holofotes para tentar dar amplitude a essas apelações que, aos olhos do Direito, não tinham como prosperar, pela fragilidade dos argumentos e pela total ausência de provas objetivas”, disse.

Veneziano afirmou que durante todo este tempo respeitou a Justiça, se mantendo confiante de que o resultado seria positivo. “Sempre respeitei os julgadores, com a confiança de quem sabia que não havia cometido nada de errado, nenhum ato ilícito, o que foi novamente comprovado ontem”, lembrou.

Veneziano disse que a confiança de que seria inocentado esteve sempre presente porque, como advogado, conhece os fundamentos do Direito.

“Direito não é suposição. Direito é prazo e prova. Isso a gente aprende logo cedo na faculdade. Estamos muito tranqüilos e não há razões para que percamos nossa tranquilidade”, ressaltou.

O deputado também falou sobre a política paraibana e reafirmou seu projeto de concorrer novamente à Câmara Federal em 2018.

Ouça a entrevista completa no áudio disponível acima.

Outras notícias