Andy Anderson, ex-baterista do The Cure, morre aos 68 anos, diz site

Músico tinha câncer terminal. Ele tocou com banda britânica entre 1983 e 1984

Foto: Reprodução/Facebook/Andy Anderson
Por Ângela Duarte há 8 meses

O ex-baterista do The Cure Andy Anderson morreu aos 68 anos, segundo o site NME. O músico tinha divulgado no dia 17 de fevereiro que enfrentava um câncer terminal.

Anderson participou da banda entre 1983 e 1984, depois que Lol Tolhurst trocou a bateria pelo teclado, e participou da gravação do quinto disco, "The top". Ele ainda gravou singles como "Love Cats" e "The caterpillar", além de aparecer no álbum ao vivo "Concert: The Cure live".

O baterista já tinha tocado com o vocalista, Robert Smith, em seu projeto paralelo, The Glove, quando foi responsável pelo instrumento no disco "Blue Sunshine". Depois de deixar o The Cure, ele se apresentou com diversos artistas, como Iggy Pop.

A notícia da morte foi divulgada por amigos de Anderson em redes sociais, e Tolhurst lamentou a morte. "É com um coração pesado que eu tenho que reportar a morte de um irmão de Cure", escreveu.

"Andy Anderson foi um verdadeiro cavalheiro e um grande músico com um afiado senso de humor, mantido até o fim, um testamento a seu lindo espírito na última jornada. Nós somos abençoados de tê-lo conhecido."

Também no Facebook, o baterista escreveu sobre a doença. "Tenho câncer terminal no estágio 4, e não há forma de voltar disso, está cobrindo totalmente a parte de dentro do meu corpo, e eu estou completamente bem. Ciente da minha situação eu pedi para não me ressuscitarem", afirmou.

Fonte: G1