Sonora Brasil, maior projeto de circulação musical do país, chega à Paraíba

22ª edição do projeto destaca a musicalidade indígena

Foto: Divulgação
Por Ângela Duarte há 4 meses


O Sesc Paraíba realiza, no mês de maio, a programação da 22ª edição do projeto musical Sonora Brasil, que este ano apresenta a música indígena dos povos originários brasileiros. A ação busca levar ao público um amplo cenário da produção musical brasileira, e recebe neste circuito diversas apresentações de tribos indígenas de todo o país percorrendo as cidades de João Pessoa, Campina Grande e Guarabira, de 13 a 16 de maio. As apresentações são gratuitas e abertas a quaisquer interessados.

Na capital, o projeto acontece no auditório da Escola Sesc Dom Ulrico. No dia 13 de maio, a partir das 15h, se apresentam os grupos Teko Guarani, do povo Mbyá-Guarani, e o Grupo Nóg Gã Do, do povo Kaingang, ambos do Rio Grande do Sul. Também sobe ao palco neste primeiro dia a tribo Potiguara, da Baía da Traição (PB), como grupo local convidado. 

No dia 14, às 16h, se apresentam os grupos Wagôh Pakob, do Povo Paiter Surui, e Byjyyty Osop Aky, do Povo Karitiana, ambos de Rondônia. 

Já na quarta-feira, 15, a partir das 14h, sobe ao palco o grupo Wiyaé. Após à apresentação, será ministrada a oficina Cantos da Floresta.

 Finalizando o projeto na Capital, no dia 16, às 16h, se apresentam o Grupo Dzubucuá, do Povo Kariri-Xocó (AL) e o Grupo Memória Fulni-Ô, do Povo Fulni-Ô (PE).

Em Campina Grande, a programação também acontece de 13 a 16 de maio, às 19h30, no Cine Teatro do Sesc Centro. No primeiro dia, 13, se apresentam os grupos Wagôh Pakob, do Povo Paiter Surui, e Byjyyty Osop Aky, do Povo Karitiana, de Rondônia. 

Na terça-feira, 14, sobem ao palco os grupos Teko Guarani, do povo Mbyá-Guarani, e Nóg Gã Do, do povo Kaingang, do Rio Grande do Sul.

 No dia 15, é a vez dos grupos Dzubucuá, do Povo Kariri-Xocó (AL) e Memória Fulni-Ô, do Povo Fulni-Ô (PE). 

Já na sexta, finalizando o evento, se apresentam os grupos Wiyaé e o grupo paraibano dos Potiguaras. A oficina Cantos da Floresta acontece na sexta-feira, das 14h às 17h.

A cidade Guarabira recebe o projeto Sonora Brasil nos dias 14 e 15 de maio, às 20h, no auditório do Sesc Guarabira.

 Na terça-feira, 14, se apresenta o grupo Wiyaé. 

Já na quarta-feira, dia 15, sobe ao palco da unidade o grupo Byjyyty Osop Aky, do Povo Karitiana, de Rondônia.

O Sonora Brasil teve início em 1998, e é considerado o maior projeto de circulação musical do país. A partir de recortes temáticos, o projeto, que busca despertar um olhar crítico sobre a produção e os mecanismos de difusão da música no país, tem como objetivo promover a circulação de artistas e grupos musicais de todas as regiões do Brasil, e proporcionar à população o contato com a grande diversidade da música brasileira, visando também a formação de plateia. Desde a sua criação, o Sonora Brasil já percorreu cerca de 150 cidades, em sua maioria longe dos grandes centros urbanos, o que contribui para a preservação da memória da cultura musical brasileira.

Para mais informações, os interessados podem acessar o endereço http://www.sesc.com.br/portal/...