PIB do Brasil cresceu 1,1% em 2018, diz IBGE

O resultado foi igual em 2017, após dois anos seguidos de queda. Construção teve queda pelo 5º ano consecutivo

Foto: Pollyana FMS/Getty Images
Por Ângela Duarte há 6 meses

O IBGE divulgou hoje (28) que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro fechou 2018 com alta de 1,1%, num total de R$ 6,8 trilhões. É o mesmo resultado de 2017, enquanto os dois anos anteriores fecharam em queda.

O setor que mais contribuiu para essa alta, de acordo com a pesquisa, foi o setor de serviços, pois cresceu 1,3%, registrando taxas positivas nas sete atividades pesquisadas. Os ramos imobiliário e comercial foram os que mais cresceram nesse setor.

“Essas atividades foram beneficiadas por um mercado mais estabilizado, aliado à inflação mais controlada e pelo desemprego ligeiramente menor que o do ano passado”, resumiu a gerente de Contas Nacionais do IBGE, Cláudia Dionísio.

Enquanto a maioria dos outros setores se manteve em alta ou estável, a construção caiu pelo quinto ano consecutivo: -2,5%. 

Investimento e poupança aumentam em 2018

A taxa de investimento subiu de 15% em 2017 para 15,8% em 2018. Da mesma forma, a taxa de poupança passou de 14,3% em 2017 para 14,5% em 2018, totalizando R$ 993,3 bilhões.

A despesa de consumo das famílias cresceu 1,9% em relação a 2017, explicado por fatores como comportamento dos indicadores de inflação, juros, crédito, emprego e renda ao longo do ano. A despesa do consumo do governo, por sua vez, ficou estável.

Com assessoria e IBGE