Vendas do comércio varejista da Paraíba recuam 10% e têm maior queda do país, aponta IBGE

Pesquisa do IBGE mostra que o estado ficou em negativo nas duas categorias de comércio varejista

Foto: TV Cabo Branco/Reprodução
Por Ângela Duarte há 6 meses

Fonte: G1

A Paraíba exibiu um recuo de 10,7% na variação das vendas do comércio varejista e 10,6% nas do comércio varejista ampliado no mês de março de 2019, em comparação ao mês de março de 2018, de acordo com a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Com esse resultado, o estado teve a pior queda do país no mês de referência.

A pesquisa mostra que o Brasil recuou 4,5% no comércio varejista em relação ao ano passado e 3,4% no comércio varejista ampliado. Na primeira categoria, 20 estados apresentaram saldo negativo, na segunda, 22. Em ambos, a Paraíba liderou, negativamente, o volume de vendas.

O comércio varejista abrange as seguintes atividades: combustíveis e lubrificantes; hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; tecidos, vestuário e calçados; móveis e eletrodomésticos; artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria; livros, jornais, revista e papelaria; equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação; e outros artigos de uso pessoal e doméstico.

Já o comércio varejista ampliado se referencia a: veículos e motos, partes e peças; e material de construção.