Estudante ameaça causar massacre em faculdade de Campina Grande e PM é mobilizada

O jovem que fez as ameaças seria vítima de bullying

Foto: Reprodução
Por Ângela Duarte há 5 meses

De acordo com a polícia, um estudante de medicina da faculdade particular Unifacisa, em Campina Grande, havia comentado por um aplicativo de mensagens que teria vontade de causar um massacre, similar ao que aconteceu em Suzano, no começo do mês. As mensagens foram divulgadas, e causaram pânico no local. Caso aconteceu nesta segunda-feira (25) e a polícia foi acionada.

O ato foi descoberto pela polícia através de uma denúncia anônima, que informou também que o suspeito havia mostrado a arma com a qual ele causaria a tragédia. Porém, conforme apurado por outros sites de notícia, a foto seria um print de uma arma apreendida neste fim de semana em Alagoas.

Ainda com informações da polícia, o aluno suspeito já foi identificado e está sendo interrogado. Nas postagens divulgadas nas redes sociais, o acusado comentou sofrer bullying por parte de outros alunos da instituição.


Confira a nota da Unifacisa: 

Comunicado Oficial

A Unifacisa comunica que, após circulação de notícias em redes sociais na tarde desta segunda-feira, 25, tomou todas as providências comunicando as polícias civil e militar, que imediatamente estiveram no Centro Universitário para averiguação da veracidade dos fatos, tratando-se de notícia falsa.
Nenhum incidente foi registrado e a investigação está sendo conduzida pela Delegacia de Roubos e Furtos. Todas as atividades da Instituição estão normalizadas.

A diretoria


Com Assessoria