Professor de geografia é afastado de escola em João Pessoa suspeito de clonagem de veículos

O professor ensina na Escola Estadual Cônego Nicodemos Neves e ficará afastado por 60 dias, sem perda da remuneração

(Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)
Por Ângela Duarte há 3 meses

Por: ClickPB

 

Um professor de Geografia foi afastado do cargo em uma escola pública estadual suspeito de integrar uma quadrilha de clonagem de veículos. A Portaria nº 936, de 9 de julho de 2019, foi publicada na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial do Estado.

O professor ensina na Escola Estadual Conego Nicodemos Neves e ficará afastado por 60 dias, sem perda da remuneração. A justificativa para o afastamento é de que "a permanência deste servidor na Unidade de Ensino, poderá interferir no processo investigativo ora em tramitação nesta Comissão."

O afastamento do professor pode ser prorrogado por mais 60 dias, caso necessário. O Núcleo de Movimentação Pessoal (NUMOP-SEECT/PB) deverá "proceder a substituição deste servidor", conforme indica a Portaria.

A Portaria foi assinada pelo secretário Aléssio Trindade de Barros.