Moradores de terreno ocupado dizem sofrer intimidação de guardas municipais de Bayeux

Terreno baldio foi ocupado pelos moradores na quarta-feira (13). Prefeitura de Bayeux informou que está cadastrando famílias para auxílio

Foto: Josenildo/Arquivo Pessoal
Por Ângela Duarte há 8 meses

Moradores de uma área ocupada no bairro do Mário Andreazza, em Bayeux, na Grande João Pessoa, denunciaram que nesta quinta-feira (14) guardas municipais da prefeitura foram até a ocupação e tentaram remover as famílias do local. De acordo com a liderança da comunidade, que pediu para ser identificado apenas como Josenildo, os guardas intimidaram e usaram spray de pimenta contra os moradores.

O G1 tentou entrar em contato com o secretário de Segurança e de Proteção Social, mas as ligações não foram atendidas.

Ainda segundo Josenildo, cerca de 200 famílias ocuparam a área na quarta-feira (13) após perceberem que era uma terreno desocupado. O terreno ocupado fica nas proximidades da comunidade Moradia do Betinho.

“A gente veio para cá por necessidade. A maioria aqui morava de favor, morava de aluguel, na casa dos outros. A gente achou que a Prefeitura fosse fazer algo por nós, mas não fez”, comentou.

A secretária de Trabalho e Ação Social, Polyana da Silva Veloso, explicou que uma equipe de assistência social está trabalhando no levantamento de cadastro das famílias para a Prefeitura de Bayeux formalizar o auxílio.

“Foi encaminhada uma equipe técnica do Mário Andreazza, pegar os dados para saber se o pessoal tem moradia. O relatório está sendo feito. Iremos convocar as famílias, entrar contato pra ver como podemos garantir o benefício”, explicou.

Polyana Veloso ainda explicou que, a princípio, o terreno ocupado não pertence à prefeitura, que não se trata de um terreno público.

Fonte: G1