Quem foi Rafael Miguel, ator assassinado pelo pai da namorada

O jovem ficou conhecido pelo papel em "Chiquititas" e no comercial em que aparece pedindo brócolis para a mãe

(Instagram/Reprodução)
Por Ângela Duarte há 5 meses

M de mulher

No fim de tarde do último domingo (9), o ator Rafael Miguel, de apenas 22 anos, foi assassinado junto com os pais João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50 anos.

O crime aconteceu na casa da namorada do jovem, de 18 anos. Até o momento, a polícia afirma que os tiros foram disparados pelo pai dela, Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, nesse encontro marcado para as famílias se conhecerem, como informa o G1.

Ainda de acordo com o veículo, o autor do crime fugiu, e a polícia foi chamada ao local. Já na manhã desta segunda-feira (10), os corpos das três vítimas estão no Instituto Médico Legal (IML) para depois serem liberados para o velório e sepultamento.

Inicialmente, Rafael Miguel ficou conhecido por participar de um comercial da marca “Sustagen Kids”. Na propaganda, ele aparece brigando com a mãe no supermercado porque quer brócolis e chicória. A ideia é brincar com o fato de que dificilmente crianças gostam desse tipo de alimento com vitaminas, mas que o suplemento já tem todas elas embutidas e com um sabor gostoso.


Depois de esbanjar muita fofura como o menino no comercial, Rafael foi contratado para participar do remake da novela “Chiquititas”, do SBT. Na trama, ele dava vida ao personagem Paçoca. Até o fechamento desta matéria, não houve nenhuma manifestação da emissora sobre o caso.

Nas redes sociais, os colegas do ator se posicionaram sobre o assunto e prestaram homenagens a ele. No Twitter, Maisa Silva lamentou a morte do colega e disse que estava difícil de acreditar que algo tão trágico aconteceu.