Jung Joon-young, astro de K-Pop, é preso após escândalo sexual

Artista gravou vídeos de relações sexuais sem o consentimento das mulheres e compartilhou em grupos. 'Eu admito todas as acusações contra mim', disse antes de ser preso

Foto: JUNG Yeon-Je/AFP
Por Ângela Duarte há 5 meses

Jung Joon-young foi preso após acusação de ter filmado mulheres praticando sexo sem o seu consentimento. O astro de K-Pop não só gravou, como compartilhou as imagens em grupos de mensagens, que incluía outros artistas da Coreia do Sul.

Na quinta (21), o cantor compareceu a uma audiência, na qual confessou que filmou e compartilhou o material, e foi preso pela polícia sul-coreana em seguida.

"Eu realmente sinto muito. Eu admito todas as acusações contra mim. Não vou contestar as acusações apresentadas pela agência de investigação e aceitarei humildemente a decisão do tribunal ”, disse ele, segundo a CNN. "Eu abaixei minha cabeça em desculpas para as mulheres que foram vitimadas por minhas ações."

Segundo a revista People, outros cantores como Yong Jun-hyung e Lee Jong-hyun também estão sendo investigados. Em fevereiro, Seungri deixou a indústria do entretenimento após caso de suborno sexual. Ele fazia parte da banda Big Bang.


Fonte: G1