Tiroteio em bonde deixa três mortos e cinco feridos na Holanda; polícia busca suspeito

Polícia busca turco de 37 anos suspeito de envolvimento com incidente em Utrecht. Autoridades não descartam motivação terrorista

Foto: Robin van Lonkhuijsen / ANP / AFP
Por Ângela Duarte há 5 meses

Um homem fez disparos dentro de um bonde na cidade de Utrecht, na Holanda, deixando três mortos e cinco feridos na manhã desta segunda-feira (18). A polícia afirma que o incidente pode ter motivação terrorista e busca o suspeito.

Os tiros ocorreram por volta das 10h45 (6h45 no horário de Brasília) na Praça 24 de Outubro, uma estação de bondes no centro da cidade. A polícia e o prefeito da cidade, Jan van Zanen, mais cedo tinham informado que nove pessoas ficaram feridas. A polícia corrigiu o balanço.

Uma grande operação está em andamento para encontrar o suspeito. Os policiais cercaram um prédio na frente de onde foi encontrado o Renault Clio vermelho usado pelo criminoso para fugir.

Sem dar muitos detalhes, a polícia divulgou a foto de um suspeito de envolvimento com o incidente: o turco Gökmen Tanis, de 37 anos. As autoridades pedem que as pessoas liguem para a polícia e não se aproximem dele. Na imagem, aparentemente capturada por uma câmera de segurança de um bonde, o suspeito está com um casaco azul. Há também o horário em que ela foi capturada: 10h41, ou seja, quatro minutos antes do relato dos tiros.

A polícia ainda não informou se há outros envolvidos na ação.

Polícia divulgou foto de turco Gökman Tanis, suspeito de envolvimento com tiroteio na Holanda — Foto: Reprodução/ Twitter Politie Utrecht

O coordenador nacional para Segurança e Contraterrorismo da Holanda, Pieter-Jaap Aalbersberg, afirmou que foram registrados vários tiroteios na cidade e que "não se pode descartar a motivação terrorista".

"Porém, até o momento a motivação não está clara e nossa prioridade é deter o suspeito", declarou Aalbersberg, em entrevista coletiva em Haia.

Alerta máximo

Após o tiroteio, a praça 24 de Outubro foi fechada e ambulâncias foram até o local. Três helicópteros foram acionados para dar socorro às vítimas

As autoridades elevaram o alerta para ataques terroristas para o nível máximo (5) na província de Utrecht. As escolas foram orientadas a fechar suas portas e a polícia aumentou a segurança nas infraestruturas vitais. As mesquitas foram esvaziadas.

A polícia também está em alerta em Amsterdã e Roterdã. A segurança nos aeroportos foi reforçada.

O premiê holandês, Mark Rutte, disse estar preocupado e acionou o comitê de combate ao terrorismo após o incidente.

A cidade de Utrecht tem mais de 300 mil habitantes e fica a cerca de 40 km da capital holandesa, Amsterdã.

Fonte: G1