MPPB investiga morte de criança após atendimento médico no Hospital Regional de Sousa

Pais acusam hospital de negligência médica. Direção da unidade de saúde diz que seguiu todos os protocolos médicos.

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco
Por Ângela Duarte há 1 mês

G1

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou um inquérito civil público para investigar a morte de uma criança de três anos que teria sido atendida duas vezes no Hospital Regional de Sousa, no Sertão da Paraíba. Os pais acusam o hospital de negligência médica. O inquérito foi publicado no Diário Oficial do MPPB desta quarta-feira (14).

A direção do hospital informou que os médicos fizeram todos os atendimentos e exames necessários para a identificação do problema na criança, seguindo os protocolos médicos. Além disso, foi informado que os prontuários e fichas de atendimento estão sendo analisados.

Segundo o pai da criança, o menino de três anos deu entrada duas vezes no Hospital Regional de Sousa com dores abdominais, vômito e diarreia. Na primeira vez, a criança foi medicada e recebeu alta. No dia seguinte, quando retornou ao hospital, o médico que atendeu a criança mandou novamente que ela retornasse para casa.

Em uma terceira ida ao hospital, outro profissional recebeu a criança, realizou exames médicos e encaminhou o menino para o Hospital Regional de Patos, onde foi constatado que a criança estava com uma crise de apendicite e precisava passar por cirurgia. O procedimento médico foi feito, mas a criança não resistiu.

De acordo com o documento do MPPB, a direção geral do Conselho Regional de Medicina da Paraíba deve receber um ofício para que apresente, no prazo de 60 dias, parecer circunstanciado subscrito por junta médica especializada acerca dos procedimentos médicos adotados pelos profissionais responsáveis pelo atendimento da criança no Hospital Regional de Sousa.