Professor condenado por estupro de adolescente de 13 anos é preso em Pombal, no Sertão da Paraíba

Homem de 54 anos cometeu o crime em 2014. Ele estava foragido desde 2015, após ser condenado a 13 anos e seis meses de prisão

Foto: Breitner da Silva/Polícia Civil
Por Ângela Duarte há 1 mês

G1

Um professor de física condenado por estupro foi preso no domingo (14) durante uma ação das Polícias Civil de Pombal e Itaporanga, no Sertão da Paraíba. De acordo com a polícia, o homem de 54 anos estava foragido desde 2015, após ser condenado a 13 anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma adolescente de 13 anos.

Segundo a polícia, o professor dava aulas de física em escolas públicas da cidade. O estupro foi cometido em 2014, na cidade de Serra Grande, contra a sobrinha da esposa dele, que na época tinha 13 anos.

Ainda conforme a polícia, havia um mandado de prisão contra ele, expedido pela Justiça no dia 12 de abril deste ano, após as investigações revelarem que o professor estava morando em Pombal e ensinava em uma escola pública na cidade de São Domingos.

O professor foi preso na manhã deste domingo em frente à casa dele. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Pombal e, em seguida, foi transferido para a Cadeia Pública da cidade, onde permanece à disposição da Justiça.

Denúncia da vítima em 2014

Conforme a denúncia registrada na Polícia Civil em 2014, a adolescente de 13 anos relatou que estava fazendo uma faxina na casa da tia, esposa do professor, quando ele a agarrou e a estuprou.

A vítima disse à polícia que, após ser estuprada, conseguiu fugir do local e foi para casa dela, mas não contou nada para ninguém porque o professor passou a ameaçá-la através de ligações.

Ainda segundo a denúncia, um dia após o estupro a adolescente retornou à casa da tia a pedido da mãe dela e, no local, o professor teria a ameaçado de morte caso ela contasse algo para a família. Após isso a vítima decidiu contar o caso para a tia, que levou o caso até a polícia.