Vice-presidente da OAB de Cajazeiras morre vítima de infarto

Júnior Bento, como era conhecido, sentiu-se mal durante a madrugada; Apam e OAB prestam condolências

Foto: reprodução das redes sociais
Por Ângela Duarte há 8 meses

Morreu na madrugada deste domingo (17), o vice-presidente da OAB de Cajazeiras, Ednelton Helejúnior Bento Pereira, conhecido como Júnior Bento, de 37 anos, vítima de um infarto. O advogado  sentiu um mal-estar durante a madrugada e procurou a UPA local para receber o devido atendimento, mas não resistiu e veio a óbito por volta das 2h.

O presidente da Associação Paraibana de Advocacia Municipalista (Apam), Marco Villar, prestou suas condolências: “A morte de Júnior Bento pegou a todos de surpresa e nos deixa muito triste. Bento era um companheiro de muitas lutas e um profissional exemplar e comprometido com as causas a que se propunha a defender. Combatemos bons combates nesses últimos anos, sobretudo na luta pelas prerrogativas dos advogados municipalistas. A Apam só tem a lamentar e se solidarizar com a família neste momento de dor”, disse.

Já a seccional paraibana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) enviou uma nota à imprensa, se solidarizando com a família de Júnior Bento. Confira:

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), comunica, com profundo pesar, o falecimento do advogado, Ednelton Helejúnior Bento Pereira (Junior bento), 37 anos, ocorrido na madrugada deste domingo (17), vítima de infarto fulmintante.

Júnior Bento, foi empossado em janeiro com vice-presidente da Subseção da OAB Cajazeiras, onde também havia ocupado o cargo de secretário geral no triênio 2016-2018. O corpo do advogado será velado na Central de Velórios Memorial Esperança e o sepultamento ocorrerá neste domingo(17), às 17h00, no Cemitério Nossa Senhora Aparecida em Cajazeiras.

O presidente da OAB-PB, Paulo Maia, presta condolências aos familiares e amigos do advogado neste momento de irreparável perda. Ele também coloca a OAB-PB à disposição da família. Já o vice-presidente da OAB-PB, João de Deus Quirino Filho, e ex-presidente da Subseção de Cajazeiras, com quem tinha compartilhado a gestão de 2016/2018, lamentou profundamente: “estamos todos abalados, Junior Bento era um amigo de primeira hora. Perde a família, os amigos, a advocacia e a sociedade e fica seu legado de advogado combativo”, finalizou.

O advogado era vice-presidente da Subseção da OAB de Cajazeiras e filiado da Apam. Também era sócio da Bento & Pereira Advocacia, onde atuava ao lado do seu irmão gêmeo Jone Pereira e havia sido secretário adjunto de Administração da Prefeitura de Cajazeiras na atual gestão do prefeito Zé Aldemir.


Com Assessoria