Mais de 60 tartarugas de espécie rara na PB nascem na praia de Ponta de Campina, em Cabedelo

Nascimento foi registrado pela ONG Guajiru; espécie tartaruga-oliva não é comum no estado.

Foto: Divulgação/ONG Tartarugas Urbanas Guajiru
Por Ângela Duarte há 4 meses

G1

Mais de 60 tartarugas da espécie Lepidochelys olivacea, conhecidas como tartaruga-oliva, nasceram na tarde desta segunda-feira (17), na praia de Ponta de Campina, em Cabedelo, na Grande João Pessoa. O nascimento foi assistido pela Organização Não Governamental (ONG) Tartarugas Urbanas Guajiru.

As 62 tartarugas nasceram por uma "cesariana de areia". De acordo com Rita Mascarenhas, fundadora da ONG, o processo natural seria as tartarugas saírem de seus ninhos à noite e seguirem a luz da lua em direção ao mar, porém quando se trata de praias urbanizadas, a tendência é que os animais sigam a luz elétrica da cidade e acabem morrendo nas ruas.

Por isso, a ONG estabelece um horário à tarde para a abertura dos ninhos, assim é possível acompanhar as tartarugas em seu nascimento.

Segundo Rita, em 17 anos, a ONG Guajiru realizou apenas nove nascimentos de tartaruga-oliva, que apesar de ser comum no Brasil, é mais raro no litoral da Paraíba.

Tartarugas nasceram por 'cesariana de areia', em Ponta de Campina, na Paraíba — Foto: Divulgação/ONG Tartarugas Urbanas GuajiruTartarugas nasceram por 'cesariana de areia', em Ponta de Campina, na Paraíba — Foto: Divulgação/ONG Tartarugas Urbanas Guajiru