Homem cava buraco para espionar mulher e fica preso

A mulher descobriu o plano quando escutou barulhos da "obra" que ele fazia

Foto: @comuniksonora/Twitter/Reprodução
Por Ângela Duarte há 4 meses

Fonte: Claudia

Na cidade de Puerto Peñasco, em Sonora, no México, um homem ficou preso por 24 horas em um túnel que ele mesmo cavou para espionar a ex-mulher. O caso aconteceu na última quinta-feira (25).

Segundo o jornal El Universo, a intenção de César Arnoldo “N.”, de 50 anos, era que o túnel chegasse até o interior da residência. Ele queria flagrar Gricelda “N.”, de 58 anos, sua ex-mulher, com um novo parceiro.

Segundo Gricelda, ela escutou o barulho que o ex-marido fazia enquanto cavava, mas pensou que fossem gatos no quintal. Quando o som ficou mais forte, ela decidiu investigar. Foi assim que encontrou o buraco com objetos de César dentro (sapatos e duas facas).

Ao se deparar com a estrutura, a mulher chamou a polícia. Os oficiais, então, chamaram os bombeiros para que resgatassem o homem preso. Ao se recusar a sair, César precisou ser retirado à força do buraco.

Ele foi levado ao hospital com sintomas de desidratação grave e provável intoxicação. Ele ainda recebeu a pena de prisão preventiva por invasão a domicílio e responderá por violar uma ordem de restrição.

De acordo com Gricelda, os dois mantiveram relações por 14 anos, até que ela decidiu terminar. Pediu que ele ficasse proibido de se aproximar dela, justificando que o homem é muito ciumento.