Por que o Dia do Trabalho é comemorado no 1º de maio?

No Brasil, a data foi intitulada seis anos depois do primeiro país que a reconheceu como feriado nacional.

Foto: ullstein bild Dtl. / Contributor/Getty Images
Por Ângela Duarte há 6 meses

Fonte: M de mulher

Mais do que um feriado para descansar e curtir com a família, o Dia do Trabalho, no dia no 1º de maio é celebrado por relembrar um marco importante na história dos direitos trabalhistas que aconteceu no mesmo dia, mas em 1886.

O ano foi marcado por uma greve de milhares de trabalhadores, reunidos pela Federação Americana do Trabalho, que paralisou a cidade de Chicago. Isso aconteceu porque os operários trabalhavam em condições desumanas. Por exemplo, a jornada mínima era de 13 horas, e máxima de 17.

Com esse cenário caótico, o intuito das manifestações era diminuir as horas trabalhadas para oito, porém os protestos não foram pacíficos como os envolvidos esperavam.

Ainda no mesmo ano, no dia 3 de maio, policias e manifestantes entraram em conflito pela primeira vez, o que resultou em feridos, mortos e presos. Já a segunda vez de embate aconteceu no dia seguinte (4), quando uma bomba explodiu na praça Haymarket e aumentou a resposta dos policiais.

Mesmo que esses episódios de luta sejam marcantes por si só, em 1889, em Paris, a organização sindical Segunda Internacional instituiu o Dia Mundial do Trabalho para que a data pudesse ser sempre um lembrete de abertura às manifestações trabalhistas e também homenagear quem morreu nos embates entre militantes e policiais. 

E as oito horas de trabalho?

Ainda que atualmente as oito horas de trabalho garantidas nos contratos trabalhistas sejam comuns, elas só foram validadas pela primeira vez no dia 23 de abril de 1919, pelo senado francês. Além das horas, ele também estabeleceu feriado nacional no dia 1º de maio.

O Dia Mundial do Trabalho no Brasil

Uma das maiores graves gerais registradas no Brasil foi em 1917. O movimento foi tão grande que o presidente Arthur Bernardes reconheceu o significado da data e o dia em si em 1925, instaurando o feriado nacional em terras brasileiras.

A data ficou ainda mais conhecida com Getúlio Vargas no poder, em 1930. Além de usá-la para divulgar as propostas governamentais do momento, os anúncios sobre as novas condições trabalhistas eram anunciadas sempre no primeiro dia de maio de algum ano. Como foi em 1943, quando ele comunicou aos proletários sobre a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), referência para a Constituição de 1988. 

Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador?

As duas nomenclaturas estão corretas e se relacionam ao mesmo dia: 1º de maio. Agora, o que talvez muitos não saibam é que as manifestações que aconteceram em 1889, com diversas mortes e feridos, ficaram conhecidas como “Revolta de Haymarket”, pois aconteceram na praça com o mesmo nome.