Ambulantes protestam no Centro de João Pessoa e ato tem tumulto com polícia e Guarda Municipal

Manifestação cobrava audiência com representantes no Paço Municipal. Um homem foi preso pela PM suspeito de agredir guarda municipal em confronto

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco
Por Ângela Duarte há 5 meses

Fonte: G1

Cerca de 100 pessoas participaram na manhã desta quarta-feira (29) de um protesto que interditou o Centro de João Pessoa para cobrar avanço na negociação da Prefeitura de João Pessoa com relação ao trabalho dos ambulantes. Por volta das 12h, houve confronto entre manifestantes e Polícia Militar e Guarda Municipal após integrantes do protesto não conseguiram audiência com representantes do executivo municipal. Um homem foi preso.

Os manifestantes interditaram o trânsito por volta das 10h30 no cruzamento da rua do entorno do Parque da Lagoa e seguiram em caminhada até a Praça Pedro Américo, em frente ao Paço Municipal. Por volta das 11h30, liberam o trânsito, mas ao perceberam que não iriam ser recebidos no prédio da prefeitura, os ambulantes voltaram a fechar o trânsito no cruzamento da Padre Azevedo com B. Rohan, em frente à Praça Pedro Américo.

Houve um princípio de tumulto, alguns manifestantes jogaram objetos contra as grades do Paço Municipal que estavam fechando os portões de entrada. A Polícia Militar, cujo comando fica justamente na Praça Pedro Américo, foi acionada para mediar a liberação do trânsito. Pouco depois houve o confronto dos manifestantes com as forças de segurança.

Protesto dos ambulantes começou no Parque da Lagoa e foi até a Praça Pedro Américo, região central de João Pessoa — Foto: Walter Paparazzo/G1

Os ambulantes se revoltaram ao afirmar que uma pessoa do movimento foi agredida por um guarda municipal. Os manifestantes atacaram um guarda municipal e um dos integrantes do protesto foi preso como suspeito da agressão. No meio do tumulto, um policial militar chegou a atirar para cima para dispersar os manifestantes.

Até as 12h, o protesto seguia no Centro de João Pessoa e as negociações com a Polícia Militar.

Manifestantes atiraram objetos no Paço Municipal de João Pessoa — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco