Estudante preso em João Pessoa com drogas avaliadas em R$ 2 milhões é solto por determinação do STF

O rapaz foi flagrado recebendo três encomendas postais pelos Correios contendo enorme quantidade de micropontos de LSD e vários comprimidos de ecstasy

Foto: Reprodução
Por Ângela Duarte há 6 meses

Fonte: PBHoje / ClickPB

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou a soltura de um estudante que foi preso em João Pessoa após receber um carregamento de drogas sintéticas, estimado em R$ 2 milhões. Matheus Henrique Lira da Silva, de 19 anos, foi preso em flagrante no mês de março de 2018 pela Polícia Federal.

O pedido de habeas ‘corpus’ foi analisado pelo ministro Ricardo Lewandowski, do STF, e expedido na última terça-feira 30.

Um rapaz foi flagrado recebendo três encomendas postais pelos Correios contendo enorme quantidade de micropontos de LSD e vários comprimidos de ecstasy. A apreensão foi considerada a maior no Estado da Paraíba em relação à drogas sintéticas.

De acordo com o advogado de defesa, Aécio Farias, Matheus agora aguardará o julgamento em liberdade. O rapaz sustenta que é inocente e que teria sido forçado a fornecer o seu endereço. Ele tem 19 anos, estudava engenhara civil e morava sozinho em João Pessoa.

Matheus alega ainda que não conhece o remetente do material ilícito. Desde a sua prisão, ele estava detido na Penitenciária de Segurança Máxima Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes — PB1, em João Pessoa.