Homem suspeito de invadir casa e fazer família refém é preso em Campina Grande

Ele foi apreendido ao ir buscar atendimento no Hospital de Emergência e Trauma

Foto: Reprodução
Por Ângela Duarte há 6 meses

Um adolescente de 16 anos, suspeito de invadir uma casa e manter uma família de refém, nessa quinta-feira (9),  no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande, foi apreendido pela Polícia Militar. Ele entrou na residência armado, depois de trocar tiros com uma dupla de moto que possivelmente tentou matá-lo quando ele estava indo a uma aula de artes marciais. Na ocasião, ele exigiu dinheiro e facilitação da fuga. Ele foi apreendido ao ir buscar atendimento no Hospital de Emergência e Trauma.

Conforme relatos das vítimas, o jovem estava vestindo um kimono – roupa usada para a prática de artes marciais – e apresentava ferimento de tiro no braço. Ele exigiu dinheiro das vítimas, mandou que fizessem um curativo no ferimento, pediu roupas para vestir no lugar do kimono e, por último, fez o dono da casa chamar um mototáxi para ele fugir.

De acordo com o cabo Alex Fernandes, do 2º Batalhão da Polícia Militar, o jovem tinha sido apreendido no último domingo com drogas, no bairro da Ressureição. “Ele foi apreendido, mas liberado no mesmo dia. Além disso, ele estaria envolvido em vários assaltos na cidade, inclusive já foi reconhecido por uma vítima que teve a moto roubada no dia 30 de abril, no bairro do Cruzeiro”, contou.

Com Assessoria