Polícia apura se corpo encontrado é de menina desaparecida em Mongaguá (SP)

O corpo teria sido localizado com a ajuda de cães farejadores

Foto: Arquivo Pessoal
Por Ângela Duarte há 4 meses

Fonte: UOL


Polícia Civil investiga se um corpo encontrado no final da tarde de hoje é da menina Kauane Cristhiny Soares Rodrigues, 6, desaparecida desde a madrugada do dia 17 em Mongaguá, no litoral de São Paulo. A perícia está no local e um suspeito, que seria morador de rua e não teve sua identidade divulgada, foi preso. 

O delegado titular do 2º Distrito Policial da cidade, Francisco Antonio Wenceslau, que acompanha as investigações desde o começo, confirmou que um corpo de criança foi encontrado próximo à casa da menina, numa área de vegetação. O corpo teria sido localizado com a ajuda de cães farejadores.

Segundo a mãe da criança, Daiana Soares de Lira, Kuane sumiu de dentro de casa enquanto dormia. Ela teria descoberto a ausência da filha quando foi até o quarto e não a viu na cama. A família mora em um restaurante desativado, que fica permanentemente aberto, porque não possui chaves e travas nas portas. 

A polícia chegou a divulgar anteontem imagens do circuito de segurança de um prédio e câmera da prefeitura, que seriam de Kauane atravessando a avenida em frente da casa sozinha. A família, que a princípio teria confirmado ser a menina, no mesmo dia, voltou atrás e disse que não era ela, e sim um irmão.

 O caso causa comoção em Mongaguá e região da Baixada Santista. Um grupo criado no WhatsApp - e que na publicação deste texto contava com 248 participantes - se mobilizou para afixar cartazes com a foto de Kauane e ajudar nas buscas, dentro e fora do bairro Parque Marinho, onde a família mora.