A volta de Berg Lima à prefeitura de Bayeux, depois de passar 17 meses afastado

Prefeito foi preso em flagrante acusado de receber propina de comerciante

Por Iracema Almeida há 8 meses

Parece até que não seria possível o retorno de Berg Lima ao cargo de prefeito municipal de Bayeux, mas a concessão de uma liminar, expedida na última terça-feira (18), tornou real o retorno do gestor que foi preso em flagrante suspeito de receber propina de empresário da cidade. Ele estava afastado da função há um ano e cinco meses.

O prefeito em exercício, o presidente da Câmara Municipal de Bayeux Mauri Batista, conhecido como Noquinha, foi notificado para deixar o cargo e nessa quarta-feira (19), o eleito pelo povo ocupar seu lugar. “Fui injustiçado. Nosso compromisso é com o povo de Bayeux e darei a resposta à população. A justiça de Deus acontece no momento certo”, celebrou Berg.

A liminar foi deferida pelo desembargador Marcos Cavalcanti, que seguiu justificativa do Superior Tribunal de Justiça, através do argumento que manter o afastamento de Berg da prefeitura seria uma condenação antecipada.