A volta de Berg Lima à prefeitura de Bayeux, depois de passar 17 meses afastado

Prefeito foi preso em flagrante acusado de receber propina de comerciante

Por Iracema Almeida há 10 meses

Parece até que não seria possível o retorno de Berg Lima ao cargo de prefeito municipal de Bayeux, mas a concessão de uma liminar, expedida na última terça-feira (18), tornou real o retorno do gestor que foi preso em flagrante suspeito de receber propina de empresário da cidade. Ele estava afastado da função há um ano e cinco meses.

O prefeito em exercício, o presidente da Câmara Municipal de Bayeux Mauri Batista, conhecido como Noquinha, foi notificado para deixar o cargo e nessa quarta-feira (19), o eleito pelo povo ocupar seu lugar. “Fui injustiçado. Nosso compromisso é com o povo de Bayeux e darei a resposta à população. A justiça de Deus acontece no momento certo”, celebrou Berg.

A liminar foi deferida pelo desembargador Marcos Cavalcanti, que seguiu justificativa do Superior Tribunal de Justiça, através do argumento que manter o afastamento de Berg da prefeitura seria uma condenação antecipada.