Adesão do PP vai provocar dois efeitos devastadores para oposição

Foram dois coelhos com uma cajadada só. O seio do governismo se fortalece.

Por Ytalo Kubitschek há 4 meses

Se confirmada, a ida do Partido Progressistas (PP) para reforçar a candidatura de João Azevedo (PSB) tem dois efeitos práticos – ambos devastadores para a oposição. 

Um, fortalecer o projeto do governador Ricardo Coutinho (PSB), cujo leque de partidos aliados cresce à medida que o pleito se aproxima. 

O segundo: isolar ainda mais o senador Cássio Cunha Lima (PSDB). 

Foram dois coelhos com uma cajadada só. O seio do governismo se fortalece. 

A migração do PP, na prática, "isola" o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) em Campina Grande. 

O tucano fica restrito apenas ao seu grupo político na cidade e terá que enfrentar as famílias Vital e Ribeiro unidas na chapa de João Azevedo, com dois candidatos jovens de Campina Grande ao Senado. 

Ytalo Kubitschek