Bancários aderem à Greve Geral do dia 14 de Junho

A Greve Geral é organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais e já conta com adesão de várias categorias e programação de atos nas principais cidades do país.

Foto: Reprodução
Por Ângela Duarte há 5 meses

CLICKPB

Diversas categorias paralisarão suas atividades nesta sexta-feira (14) em todo o país. Na Paraíba, a categoria bancária deliberou durante assembleia extraordinária, realizada na noite desta terça-feira (11), a participação dos bancários na Greve Geral contra a reforma da Previdência. 

Além dos bancários, também participarão do movimento os ferroviários, professores, metalúrgicos, trabalhadores da educação, da saúde, de água e esgoto, dos Correios, da Justiça Federal, químicos e rurais, portuários, agricultores familiares, motoristas, cobradores, caminhoneiros, eletricitários, urbanitários, vigilantes, servidores públicos estaduais e federais, petroleiros, enfermeiros e previdenciários.

A Greve Geral é organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais e já conta com adesão de várias categorias e programação de atos nas principais cidades do país. 

Em João Pessoa, a programação ainda está sendo organizada e será construída durante uma plenária geral que será realizada na Fetag, nesta quinta-feira (13).


Já em Campina Grande, haverá uma caminhada de servidores, técnicos e estudantes com concentração em frente a UFCG rumo à Praça da Bandeira no Centro, onde será realizado o ato público. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcelo Alves, a greve é a única arma da classe trabalhadora.  "Essa Greve Geral vem sendo construída desde fevereiro e já contou com duas grandes mobilizações que foram realizadas em maio. É chegada a hora do povo brasileiro ir às ruas mais uma vez para mostrar toda sua indignação com os rumos que foi dado ao País. Portanto, vamos todos e todas às ruas na próxima sexta-feira, 14 de junho. É greve porque é grave!”, explicou Marcelo Alves.