PT-PB muda tom e único pedido é que PSB apoie Lula para presidente

Partido abre mão de vaga em chapa majoritária em busca de apoio ex-presidente

Por Ytalo Kubitschek há 5 meses

Depois de inúmeras declarações sobre apoiar ou não o PSB, nas últimas semanas, parece que agora é o PSB que vai decidir se apoia ou não o PT. No âmbito nacional, os socialistas conversam com o candidato a presidência do PDT, Ciro Gomes, e Lula pode ficar sem o apoio do PSB em sua candidatura para presidente nas Eleições 2018.

O presidente do PT estadual, Jackson Macêdo, explica que diante do atual cenário, de uma possível retirada do PSB do bloco aliado à candidatura de Lula, é preciso buscar apoio independente de vaga. “Esse debate de participação na chapa majoritária ou quem quer que esteja lá não é primordial, é um debate secundarizado, para gente o mais importante é o apoio e palanque do PSB para Lula aqui no estado. Essa é a nossa decisão mais nova, o PT não tem mais condicionante em relação a alianças, nós vamos apoiar a candidatura de João Azevedo, desde que ele esteja sintonizado com nosso projeto nacional”.

“Nossos posicionamentos são frutos de construções coletivas do PT da Paraíba com a direção nacional do partido. O PT já vem dizendo há muito tempo que a prioridade é o palanque de Lula, nossa prioridade é eleger Lula. Então, para que isso se concretize queremos fortalecer o palanque dele aqui na Paraíba”, acrescentou.

Em relação à visita do presidenciável Ciro Gomes (PDT) a Pernambuco, no último dia 27, que veio a causar imbróglios entre o PSB e PT, principalmente lá no estado vizinho, Jackson ressalta que a o partido está disposto a apoiar a reeleição de Paulo Câmara (PSB), desde que os socialistas apoiem Lula a presidente. “Se o governador de Pernambuco apoiar a candidatura de Lula, eu defendo a retirada da candidatura de Marília Arraes (PT) e apoio ao candidato do PSB. Agora, se Paulo Câmara vota em Ciro o PT vai manter a Candidatura dela”.