Polícia intensifica ações contra importunação sexual durante São João 2019

a Polícia Civil conta com 15 estruturas de atendimento às mulheres no estado

Por Ângela Duarte há 3 meses

A atuação das delegacias, especialmente das Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam), contra a importunação sexual será intensificada durante as festividades do São João 2019 na Paraíba. ‘Não é não também no São João’ é o nome da campanha que tem à frente a Rede Estadual de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual (Reamcav), que conta com ações desenvolvidas pela Polícia Civil no âmbito da prevenção e da repressão aos crimes desse tipo. O objetivo é orientar a sociedade sobre as implicações da Lei de Importunação Sexual (Lei Federal 13.718/18) e mecanismos de prevenção e denúncia de crimes contra a dignidade feminina.

De acordo com a delegada Maísa Félix, coordenadora das Deam no estado, todas as delegacias em território paraibano irão atuar com foco na campanha. “Os profissionais estão engajados e vamos levar divulgação e material gráfico para todas as unidades, de acordo com uma agenda de visitas, de forma que chegue a todos os municípios. Na próxima quinta-feira (6), teremos uma reunião com as titulares de Delegacias da Mulher, para que esse trabalho seja disseminado”, explicou.

Ela ainda acrescentou que atualmente a Polícia Civil conta com 15 estruturas de atendimento às mulheres, sendo 14 delegacias, em João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo, Campina Grande, Guarabira, Patos, Cajazeiras, Picuí, Sousa, Mamanguape, Monteiro, Queimadas e um núcleo em Esperança.

Além dos telefones 190 (emergência da Polícia Militar) e 197 (disque denúncia da Polícia Civil), as queixas de importunação sexual podem ser feitas em qualquer delegacia, especialmente nas Delegacias da Mulher; nas promotorias de Justiça do MPPB em todo o Estado, e nos centros de referência de atendimento às mulheres nos municípios.

Com Assessoria