Cidade Viva recebe psicóloga com palestra sobre Codependência

Termo designa parentes e pessoas próximas de dependentes químicos; atividade faz parte da XI Semana Municipal de Política Sobre Drogas

Foto: Divulgação / Cidade Viva
Por Ângela Duarte há 3 meses

A organização cristã Cidade Viva está promovendo, durante esta semana, a XI Semana Municipal de Políticas sobre Drogas, com palestras e outras ações gratuitas para debater a temática “Dependência Química e Políticas Públicas: Prevenção, Cuidado e Inclusão”. Na terça-feira (11), às 19h, acontecerá a palestra "Codependência e a perspectiva de quem sofre", ministrada pela psicóloga Luciana Lira, e acontecerá no auditório Pr. Brito da Faculdade Internacional Cidade Viva, no Aeroclube.

A psicóloga explica que o termo codependência é usado para designar parentes e outras pessoas próximas do usuário de drogas: "Sabemos que, frequentemente, onde há um dependente químico há familiares que sofrem, os chamados codependentes. Essas pessoas, familiares e amigos, costumam adoecer no processo e no relacionamento com o dependente."

Luciana, que é voluntária há seis anos do Ministério Corredor da Vida, que presta serviços gratuitos aos dependentes de substâncias psicoativas e também aos familiares, destaca a importância dos codependentes também receberem acompanhamento durante o processo de reabilitação do usuário: 

"Os codependentes também sentem uma necessidade incontrolável de dirigir, controlar e tratar a dependência, pois sua dependência é afetiva, ou seja, emocional. Conhecer os mecanismos desse controle na relação com o dependente químico; a importância do resgate da autoestima, além de buscar uma abordagem saudável dentro desse relacionamento são passos importantes no tratamento da dependência química para os codependentes, os familiares precisam entender e se empoderar do seu papel, não permitindo manipulação, culpa ou outras formas de abuso nas relações com seus entes queridos. O trabalho é de esclarecimento de como acontece o processo de codependência e de como trabalhar para resignificar determinadas práticas e sentimentos inadequados”.

Luciana Lira da Cunha Beltrão é formada em psicologia e tem pós-graduação em Neuropsicologia pelo Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). Ela atua como psicóloga hospitalar, clínica e escolar. Trabalha no Pronto Atendimento de Saúde Mental do Município de João Pessoa do complexo Hospitalar Governador Tarcísio de Miranda Burity, em Mangabeira, em João Pessoa, e também como gestora escolar municipal e psicóloga clínica. Teve experiências e serviços prestados nas redes do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas); do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS); e do Centro de Referência a Assistência Social (CRAS). Há seis anos, é voluntária como psicóloga do ministério Corredor da Viva da igreja Cidade Viva, que trabalha a dependência química e de vícios com grupos de ajuda mútua.



XI Semana Municipal de Políticas sobre Drogas

“Dependência Química e Políticas Públicas: Prevenção, Cuidado e Inclusão”

Palestrante: Psicóloga Luciana Lira

Data: 11 de junho

Horário: às 19h30

Auditório Pr. Brito da Faculdade Internacional Cidade Viva, bairro Aeroclube

Entrada: Gratuita

Realização: Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas (Comad)/ Fundação Cidade Viva



Com Assessoria