Há apenas um médico para trabalhar em 5 setores do HU da UFPB

CRM-PB recebeu denúncias de que há apenas uma médica pediatra escalada para o final de semana

Foto: Divulgação
Por Ângela Duarte há 5 meses

           De acordo com denúncias feitas ao Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), da UFPB, em João Pessoa, conta com apenas uma médica pediatra escalada para trabalhar no hospital neste final de semana e atender aos pacientes da enfermaria, da emergência, dos internados na enfermaria de cuidados especiais, fazer sala de parto e acompanhar as pacientes do “método canguru”. Ou seja, apenas uma profissional para lidar com 5 setores diferentes.

                Diante disso, o CRM-PB solicitou, na quarta -feira (27), que a direção técnica do HULW encaminhe ao Conselho a escala de médicos para o final de semana, até amanhã (sexta, 29). “É humanamente impossível um médico atender sozinho a todas estas áreas. É um absurdo que precisa ser corrigido imediatamente para que o atendimento da população não seja comprometido”, ressaltou o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

                Em nota, o CRM-PB disse que já entrou em contato também com a diretoria geral do HULW, informando da necessidade de mais médicos, e comunicará ainda hoje o Ministério Público Federal, solicitando providências urgentes. “Vamos aguardar até a amanhã a entrega da escala médica e, a partir daí, iremos ao hospital para vermos como resolver este problema sem que haja prejuízo no atendimento às pacientes”, completou o diretor de fiscalização.


Com assessoria