Viagem demorada sem estresse: 6 dicas para aliviar o cansaço no trânsito

Listamos aqui algumas dicas da Associação Brasileira de Medicina do Trânsito (ABRAMET) para não se estressar na ida (e na volta) das longas viagens

Foto: GettyImages/ Pattanaphong Khuankaew / EyeEm/Reprodução
Por Ângela Duarte há 6 meses

Não tem nada melhor do que fugir da cidade e aproveitar o feriado bem longe. Mas para isso, é possível que você enfrente umas boas horas de trânsito, que podem ser bastante cansativas e prejudiciais para a sua saúde.

O engarrafamento, os ruídos, a pressa de chegar ao destino, as condutas irregulares no trânsito, as dores vindas de ficar muito tempo sentada na mesma posição, tudo contribui para que você fique estressada, principalmente se for a motorista. E o estresse acaba tornando a situação bem pior do que deveria ser, podendo estragar o comecinho – ou até o final – da viagem.

Veja, a seguir, algumas dicas do Dr. Dirceu Rodrigues, da Associação Brasileira de Medicina do Trânsito (ABRAMET), para tornar uma longa viagem de carro menos difícil e mais prazerosa:

1. Distraia-se!

Nada de ficar só lamentando as horas a mais que foram acrescentadas ao trajeto. Ouça músicas e converse com quem está no carro com você. Essas ações desviam a atenção do que causa o estresse. “A música proporciona conforto auditivo, com isso ela reduz a irritabilidade e leva ao bem-estar. Já o diálogo é confortante e pode inibir o surto”, alerta o médico.

2. Faça alongamentos

Alongar reduz a tensão e a ansiedade causadas pelo estresse, já que libera na corrente sanguínea substâncias como a endorfina, que tem efeito de analgésico.

Antes de pegar a estrada, faça exercícios leves, como flexionar e esticar os membros inferiores e superiores. Uma caminhada curta também pode ser uma boa.

Nos momentos de congestionamento parado, procure se espreguiçar, esticar os músculos, tendões e articulações. Estique os braços para frente, para cima e lateralmente. Tente elevar o joelho e, com as mãos, tracioná-lo, forçando a aproximação com o tronco. Isso vai aliviar o desconforto de ficar tanto tempo dentro do carro.


3. Mantenha uma postura adequada

Se você estiver sentada de um jeito incorreto, é provável que sinta dor e desconforto, aumentando o nível de estresse. Tente ficar em uma posição ereta, mas relaxada e descontraída, sem tensionar os músculos.

Para conseguir a postura ideal, é imprescindível que você também deixe seu banco nos ângulos de 90° a 110°.


4. Realize exercícios de respiração

“Sob estresse temos maior necessidade de oxigênio. A musculatura assessória da respiração fica prejudicada e a frequência respiratória, alterada”, atesta o doutor. Por isso, inspire profundamente e expire lentamente algumas vezes durante o trajeto. Isso melhora a oxigenação do sangue, que é levada a todos os tecidos e órgãos.


5. Feche os vidros

Se o calor não for sufocante ou se tiver ar-condicionado no carro, prefira ficar com as janelas fechadas. Como os ruídos da estrada, a poluição ambiental, a condição climática (calor e frio) ficam do lado de fora, fechar os vidros reduz a quantidade de agentes que te deixam estressada.


6. Faça paradas

A ABRAMET recomenda que você interrompa a viagem a cada duas horas, para dar uma descansada e fazer os alongamentos citados anteriormente.


Fonte: M de mulher