Google é multado pela UE em 1,49 bilhão de euros

De acordo com a decisão da comissária Margrethe Vestager, o Google quebrou regras antitruste ao dificultar que seus concorrentes vendam publicidade na web

Foto: Reprodução
Por Ângela Duarte há 5 meses

O Google levou uma terceira multa da União Europeia por práticas anticompetitivas, desta vez no valor de 1,49 bilhão de euros. De acordo com a decisão da comissária Margrethe Vestager, o Google quebrou regras antitruste ao dificultar que seus concorrentes vendam publicidade na web.

Na decisão publicada nesta quarta-feira, 20, a Comissão da UE concluiu que o Google, entre 2006 e 2016, usava cláusulas nos contratos com os sites que limitava a venda de espaço publicitário para seus rivais. Como resultado, a ação do Google diminuiu a chance de inovação e competição no setor, e preços mais caros pagos pelos publicitários e empresas para usar a plataforma de publicidade Google AdSense.

Esta é a terceira decisão de Vestager contra o Google. Em junho de 2017, a comissária multou a companhia por comportamento ilegal no segmento de publicidade em buscas. E, em julho de 2018, a comissão da UE multou o Google por práticas anticompetitivas com o Android. Ao todo, US$ 9 bilhões já foram colocadas em penas contra o Google.

Em nota enviada à imprensa internacional, o vice-presidente global da área de relacionamento governamental do Google, Ken Walker, disse que sua empresa já fez uma série de mudanças para adaptar seus produtos às normas da União Europeia. Mas não confirmou se recorrerá da decisão.

Coincidência ou não, a companhia publicou em seu blog na última terça-feira, 19, que tem feito diversas adaptações no Google Shopping, Google AdSense e Android.


Fonte: Mobile Time