Tiranossauro Rex encontrado no Canadá em 1991 é o maior do mundo

Pesquisadores levaram mais de uma década para montar esqueleto do dinossauro. T.Rex media 13 metros de largura e provavelmente pesava mais de 8,8 toneladas

Foto: AFP PHOTO / UNIVERSITY OF ALBERTA / AMANDA KELLEY
Por Ângela Duarte há 7 meses

G1

O imponente Tiranossauro Rex descoberto no oeste do Canadá em 1991 é o maior do mundo, afirmou nesta sexta-feira (29) uma equipe de paleontólogos após um longo processo para reconstruir o esqueleto.

Chamado de Scotty, em homenagem a uma garrafa de whisky escocês consumida na noite da descoberta do fóssil, o T.Rex media 13 metros de largura e provavelmente pesava mais de 8,8 toneladas, sendo o maior de todos os dinossauros carnívoros, disse equipe da Universidade de Alberta.

"Este é o rex dos 'rexes'", destacou Scott Persons, líder do estudo e pesquisador do Departamento de Ciências Biológicas da universidade.

"Há uma considerável variação de tamanho entre os Tyrannosaurus. Alguns eram mais compridos e e outros mais robustos. Scotty é um exemplo dos mais robustos", explica Parsons.

Após a descoberta em 1991, os paleontólogos passaram mais de uma década removendo a areia que cobria os ossos. Recentemente retomaram o estudo e constataram as características únicas do animal, que não se resumem somente ao tamanho.

"Scotty é o T. Rex mais velho conhecido", tendo vivido mais de 30 anos, informou o especialista.

"Para os padrões dos Tirannosauros, teve uma vida extraordinariamente longa. E foi violenta", acrescentou. "Há patologias aderidas ao esqueleto, em locais onde os ossos apresentam cicatrizes de grandes lesões".

O esqueleto do dinossauro será exibido a partir de maio no Royal Saskatchewan Museum, no Canadá.