Terminal de Integração de Campina Grande passa por mudanças a partir de 1º de maio

Não vai ser necessário apresentar cartão de passagem nas catracas para entrar no terminal; opção de integração temporal não vale para usuário que pagar passagem em dinheiro

Foto: Reprodução/TV Paraíba
Por Ângela Duarte há 4 meses

Fonte: G1


A partir do dia 1º de maio haverá novas mudanças no funcionamento do Terminal de Integração de Campina Grande. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (24) durante uma coletiva de imprensa no auditório do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Sitrans). De acordo com o sindicato, o terminal vai funcionar como qualquer outro ponto de ônibus, não sendo preciso os usuários apresentarem o cartão de passagem nas catracas.

Segundo o Sitrans, as catracas na entrada do terminal de integração agora só vão servir para a contagem de passageiros que entram no local. Para pagar apenas uma passagem, o usuário terá que cumprir o tempo de uma hora, como nos outros pontos da cidade fora do terminal. Caso o tempo seja esgotado, o usuário terá que pagar por uma nova passagem.

Conforme o especialista em transportes públicos, Carlos Batinga, que esteve na coletiva para explicar o novo funcionamento da integração temporal, apesar da mudança, toda a estrutura física do terminal será mantida, incluindo o posto do Sitrans e o de policiamento.

Não há integração para passagem em dinheiro

Ainda de acordo com o Sitrans, o usuário que pagar a passagem do ônibus em dinheiro não terá o direito de integrar, ou seja, ele não poderá entrar em um segundo ônibus mesmo dentro do prazo de uma hora.

“Isso não será um problema, já que 80% dos usuários já usam o cartão temporal”, disse o especialista em transportes públicos, Carlos Batinga.